Treino e preparação para um concurso

Autor: Salvador Riambau Ramon

Publicação: 23-08-2017

Controlo do ninho e marcação na ficha da ninhada

Desde o primeiro momento em que nascem, o criador pode ver as diferenças. A força com a qual as aves se movem, forma, largura e forma do crânio e do pequeno bico. Quando começam a nascer os primeiros canudos, dependendo se são brancos ou cinzentos pode dizer-se se é opalino ou normal, mas para que possamos saber "quase sempre" se eles são do sexo masculino ou feminino, teremos que conhecer a hereditariedade dos pais. Entre a terceira e quarta semana a cor aparece, esta é a altura quando o criador pode fazer uma primeira seleção, atendendo aos spots, cor, plumagem, tamanho, forma e estilo. É muito importante que desde tenra idade se acostumem a ser pegados com a mão. Quando eles são mais velhos devemos brincar com eles, para que se acostumem com as pessoas e a não terem medo se observados. O comportamento de cada ave deverá ser registado na ficha de ninho, para mais tarde essa informação ser transferida definitivamente para a ficha de cada ave.

Separação dos jovens

O momento de efetuar a separação das aves jovens dos pais é muito importante, e quanto mais tempo os pais lhe derem de comer melhor, mas ao mesmo tempo corremos o risco de os pais se tornarem agressivos e lhes causarem danos que poderão ser fatais, cada criador deverá fazer a sua própria avaliação, caso a caso. Depois de separar os jovens dos seus pais é aconselhável serem colocados em gaiolas de 1 metro com outras aves jovens durante um período aproximado de 2 meses.

Do primeiro ao sétimo mês

Em seguida, elas devem ir para um voador onde irão adquirir a condição física necessária. No voador deverão ser colocadas algumas gaiolas semelhantes àquelas que usamos nas exposições, com a porta aberta para que elas possam entrar e sair quando quiserem, desta forma elas se irão acostumar com o pequeno tamanho dessas gaiolas. Entre o segundo e o quarto mês começam a ganhar as penas adultas, fornecendo já uma ideia de como irão ficar definitivamente. Entre os seis e os sete meses irão finalizar a primeira muda, deixando a plumagem jovem e ficando com a plumagem adulta definitivamente.

Preparação para a competição

Sete ou oito semanas antes de uma competição começa a preparação, removendo-se as penas danificadas e colocando as aves em gaiolas de treino (que são semelhantes em forma e tamanho às das exposições). O criador terá que efetuar a preparação de mais aves do que aquelas que efetivamente se propõe levar a uma exposição, em virtude de haver uma ou outra que possa perder uma pena ou um spot no último momento.

Quando elas estão nas gaiolas de treino, terá que uma ou duas vezes por dia borrifa-las com água morna para que se possam lavar e depois organizar as penas. As penas da cauda são mergulhadas em água muito quente, tomando cuidado para não queimar o periquito, para assim recuperarem a sua forma e brilho. As aves são lavadas uma por uma. É aconselhável usar um champô de bebé. Há também aqueles que usam o peróxido de hidrogénio, comercialmente conhecido por água oxigenada, para a limpeza de aves com penas claras e INOS, mas cuidado com a aplicação junto dos olhos e da boca. Porque as pressas dão sempre maus resultados, existem algumas pessoas para garantir que nenhum spot cairá na altura errada, sete semanas antes da exposição arrancam todos os spots para ter a certeza que todos são novos. Durante a última semana antes da exposição começam a retirar os spots desnecessários, nunca no último dia ou dia da exposição, apenas deixando os seis spots em melhor posição que definem o padrão.

Este site utiliza cookies com objetivo de melhorar a sua utilização. Ao navegar no site está a consentir a sua utilização.