Água para as aves

Autor: Bob Wilson

Publicação: 16-03-2018

Primeiro que tudo, deve-se deixar claro que a prevenção com antecedência é muito melhor sistema do que curar um problema posteriores nas aves.

A experiência ao longo dos anos mostra que aves gravemente doentes raramente recuperam completamente com os tratamentos, e aqueles que recuperam acabam por nunca recuperar a sua vitalidade total, não se conseguindo afirmar como reprodutores de referência nos programas de criação.

Eu não medico os meus pássaros, a menos que seja absolutamente necessário. Prefiro usar remédios naturais sempre que possível.

Supondo que é fornecida uma alimentação de qualidade, com uma boa variedade de sementes, vegetais, frutas, grãos e talvez um suplemento ou dois para fornecer proteína adicional, estarão construídos os pressupostos principais para a presença de aves saudáveis e em forma, isto assumindo que não são introduzidas novas aves, com eventuais doenças e/ou infeções que possam contaminar as restantes aves do plantel...estas devem ser colocadas em quarentena antes de poderem ser inseridas com as restantes aves.

Descobri que a adição de certos suplementos à água potável é a melhor maneira de manter minhas aves saudáveis, aptas e sem doenças.

A minha calendarização

Sou frequentemente questionado relativamente ao meu regime de adição de água e suplementos que forneco às minhas aves.

Primeiro e mais importante que tudo, a água deve ser limpa, fresca e mudada regularmente.

Eu nunca uso tigelas ou pratos para a água, ou qualquer outro acessório onde exista a possibilidade dos excrementos das aves contaminarem a água.

Quando eu era adolescente, eu tinha um aviário repleto de periquitos saudáveis...então de repente eu comecei a perder um ou dois...Rapidamente se tornou epidemia e passei a perder vários por dia. Quando um veterinário local autopsiou os pássaros, descobriu que todos eles estavam a sofrer de enterite. Eu estava a utilizar uma tigela para o fornecimento de água, que era renovada diariamente, mas como o veterinário me explicou, basta uma ave infetada defecar na água para a mesma se transformar numa sopa de bactérias, passando a infeção para qualquer outro pássaro que beba desse recipiente. Um curto uso de antibióticos e uma mudança para bebedouros de tubos e o problema ficou logo sob controlo, as mortes pararam...mas foi uma lição valiosa que nunca mais esqueci.

Embora os periquitos na natureza muitas vezes bebam de fontes de água, que nós consideramos inadequadas, tais como pântanos, águas estagnadas e barragens com fezes de animais...é importante ter presente que as aves na natureza têm uma resistência muito maior às infeções do que as aves que mantemos nos nossos aviários. É importante que a água que fornecemos seja limpa e palatável, livre de elementos patogénicos perigosos.

Dependendo do seu local de residência, você poderá, ou não, fornecer água diretamente da torneira. Noutras áreas, você precisará filtrar a água (como eu). Se filtrar a água, você pode considerar adicionar suplementos para substituir alguns dos minerais removidos durante o processo de filtragem.

Eu adiciono suplementos à água das minhas aves...Remédios naturais em vez de produtos químicos sempre que possível. Porque muitos periquitos consomem muito pouca água, exceto quando se reproduzem ou durante o tempo quente, altero os suplementos adicionados semanalmente para garantir que eles ingerem a quantidade pretendida. Se os suplementos forem alterados diariamente, muitas aves podem não ingerir nenhuma quantidade desse dito suplemento.

Os suplementos que uso durante o ano são:

Ferti-Vit - Usado apenas nas 6-8 semanas que antecedem a época de reprodução. Possui Vitaminas e Minerais de Alta Potência, com alto teor de vitamina E. Quando outros criadores me disserem que a adição deste suplemente ia criar benefícios visíveis em apenas 3 ou 4 dias achei que estavam a brincar ou exagerar, mas sim! Rapidamente senti uma grande diferença. Não continue a adicionar este suplemento depois do nacimento da primeira cria, pois eles podem tornar-se agressivos (assim me disseram).

Soluvite-D – Os meus pássaros são mantidos dentro de casa e não têm acesso à luz solar natural. Comecei a usar o Soluvite-D para fornecer vitamina D3 que é necessária para que as aves processem e absorvam cálcio suficiente para manter adequados índices de fertilidade. Com a adição deste suplemento as aves têm vindo a prosperar e a fertilidade tem sido notável, ano após ano. O produto também fornece uma ampla gama de vitaminas e minerais.

Cálcio líquido - Embora forneça uma grande variedade de grit, blocos de cálcio e ossos de choco, opto por também adicionar cálcio líquido à água para garantir que eles, especialmente as fêmeas, tenham um fornecimento constante de cálcio. Existem muitos produtos disponíveis no mercado, mas prefiro o Calcivet (também fabricado pela Vetafarm na Austrália). Tenho observado que desde que adiciono cálcio líquido durante todo o ano, o número de ovos que as fêmeas colocam em cada ronda aumentou significativamente. A maioria das fêmeas mete entre 6-8 ovos. No entanto, não posso ter a certeza se o cálcio líquido teve efeito sobre isso ou se foi apenas uma coincidência. Nota: Se tiver uma fêmea com ovo preso, algumas gotas de cálcio líquido diretamente no bico, 2-3 vezes por dia, ajudará a passar o ovo. Além disso: as pernas afastadas nas crias são muitas vezes o resultado de uma deficiência de cálcio. Se for identificada com antecedência, algumas gotas de cálcio líquido direto ao bico resolverão com frequência o problema.

Immunity Plus – Há alguns meses atrás comecei a usar o Immunity Plus de Hilton Herbs através de uma recomendação do Harry Hockaday, na Inglaterra. Este produto é composto por uma mistura de ingredientes naturais, tais como a raiz de Echinacea purpurea, a semente de cardo leiteiro, centella asiática, a erva de urtiga, a raiz de alcaçuz, as cascas de roseira e o vinagre de cidra de maçã, que ajuda a construir a imunidade natural. Eu já notei uma diferença na saúde geral e no vigor das aves, especialmente quando as minhas aves entraram na muda de pena intensa do verão.

Vinagre de cidra de maçã – Tenho vindo a usar Vinagre de cidra de maçã na água há anos. Ajuda a manter a flora intestinal em equilíbrio e derivado das suas propriedades antibióticas naturais, o vinagre de cidra ajuda a controlar infeções bacterianas nos intestinos que podem resultar em diarreias...Se tiver pássaros com megabacteria, isso retardará o progresso da infeção, embora não cure.

Sumo de limão – Também ajuda a manter a flora intestinal em equilíbrio, e os pássaros adoram.

O Soluvite-D, cálcio líquido, Immunity Plus, vinagre de cidra de maçã e o sumo de limão são fornecidos às aves por uma semana seguida, seguido de uma semana de probióticos.

No final de cada ciclo eles recebem alguns dias de suplementos, entre os quais:

Sumo de alho - Um desparasitante natural que também elimina ácaros de todos os tipos. Basta adicionar o suficiente, de forma que seja possível sentir o seu odor na água. Se não tiver acesso a sumo de alho, pode fazer sua própria fórmula, esmagando alguns dentes de alho o colocando o resultado em água filtrada por um período de 24h, estando posteriormente apta a ser dada às aves.

Solução de iodo - (concebida para aves de gaiola)... Ajuda com problemas de penas, especialmente se as aves não receberem iodo adicional. É no entanto necessário ter cuidado com a concentração fornecida, pois quantidade excessiva pode ser toxica.

Os suplementos apresentados em seguida podem ser dados "conforme necessário"...mas pelo menos 5-7 dias a cada 4-6 meses como medida preventiva pró-ativa.

Solução Aloe Vera – Outro desparasitante natural - Corte as tiras de uma folha de aloe vera e mergulhe-as numa garrafa de litro de água. As tiras flutuam inicialmente perto do topo. Quando elas afundam no fundo, a solução está pronta. Depois misture 50/50 com água filtrada e use como água para as suas aves durante 7 a 10 dias. A solução pode ser guardada com segurança no seu frigorífico por uma semana, talvez mais.

S76 - Um tratamento para vermes, piolhos e ácaros. Elimina a necessidade de agarrar todas as aves e de desparasita-las individualmente. Uma dose inicial de 7-10 dias matará todos os parasitas vivos. Não matará os ovos que possam surgir mais tarde, por isso é importante acompanhar todos os 3 meses para matar todos os que possam ter entrado no seu organismo.

Chá frio - Um remédio natural...Qualquer tipo de chá serve...preto ou verde...Eu substituo a água com chá frio sempre que eu vejo excrementos soltos / diarreia. O problema geralmente desaparece dentro de alguns dias.

Aviform Ultimate – Um produto de pombo que adiciono por uma semana a cada 4-6 meses ou se os pássaros estiverem fora de forma. Contém 13 vitaminas e antioxidantes que criam defesas naturais contra infeções virais e bacterianas, parasitas internos e protozoários, incluindo vermes e estafilococos. Eu forneco metade da taxa recomendada para pombos, nomeadamente 10 ml por 2 litros de água.

Vircon-S – Outro produto do “mundo” da columbofilia. Este é um ótimo desinfetante para uso geral, assumindo-se também como um agente muito eficaz na defesa contra doenças de aves jovens. Metade de uma colher de chá por litro de água durante 5 dias é tudo o que é necessário. É importante a adição de um bom probiótico após o seu uso, para restaurar a flora intestinal das aves.

Este site utiliza cookies com objetivo de melhorar a sua utilização. Ao navegar no site está a consentir a sua utilização.