Manter as suas aves saudáveis

Autor: Bob Wilson

Publicação: 02-02-2018

A saúde das suas aves é fundamental para o seu sucesso como criador e, em particular, como expositor.

Os periquitos têm que estar saudáveis para alcançar a condição ideal de reprodução e atingir o seu pleno potencial quer na gaiola de reprodução quer nas exposições.

Fico surpreendido quando visito alguns aviários e observo alguns pássaros apáticos, com as penas eriçadas, nas voadeiras ou nas gaiolas de criação. Estas aves obviamente não estão em boas condições e o seu proprietário geralmente parece alheio ao problema.

Um desafio de criar periquitos é que eles escondem o aparecimento de doenças e muitas vezes não mostram sinais visuais das mesmas até a doença ou infeção estar bem avançada, estando a imunidade das aves perigosamente baixa.

Com base na minha experiência, as aves que tiveram uma doença grave raramente recuperam totalmente. Nós podemos mantê-los vivos mas estes periquitos nunca mais serão os mesmos. Na natureza estas aves iriam sucumbir à doença ou seriam vítimas de predadores.

O que podemos então fazer para manter as nossas aves saudáveis?

- Um bom programa alimentar é essencial, com grande variedade de sementes, legumes, frutas, minerais, suplementos e água limpa;

- Passar algum tempo com seus pássaros, não apenas alguns minutos para tratar da alimentação, mudar a água, verificação de ninhos e limpeza geral, mas também algum tempo de qualidade, observando calmamente os pássaros para conhecermos o seu comportamento. Pequenas mudanças no comportamento ou no vigor podem ser o primeiro sinal de uma doença;

- Isolar aves doentes, colocando-as em gaiolas separadas e aplicar calor quando adequado e fornecer um suplemento de alpista e água. Muitas vezes os periquitos recuperam num dia ou dois quando separados e não requerem qualquer tratamento. Se os deixarmos no voadouro voo eles podem passar infeções para as outras aves;

- Colocar em quarentena todos os pássaros novos durante pelo menos 30 dias, independentemente de quem eles vieram. A quarentena minimiza o “stress” dos pássaros e facilita a adaptação ao novo ambiente, alimentação e também à flora bacteriana que existe no nosso aviário;

- Sempre que possível, utilize "remédios naturais" à base de plantas e ervas com propriedades medicinais, ao invés de medicamentos que foram formulados em laboratório. O excesso de medicação nos periquitos resulta na redução quer das bactérias prejudiciais quer das desejáveis no intestino e diminui a sua capacidade natural para criar imunidade e resistir a infeções e doenças.

Este site utiliza cookies com objetivo de melhorar a sua utilização. Ao navegar no site está a consentir a sua utilização.